Jaboatão investe no resgate das tradições para o carnaval 2016

Município não terá pólos físicos, mas oferecerá apoio a aproximadamente 100 blocos que irão desfilar pela cidade na festa de Momo

Por Monaliza Brito

Em Jaboatão dos Guararapes, o Governo Municipal optou pelo resgate às raízes do carnaval de rua. Os altos custos com pólos que trazem atrações de fora da cidade foram substituídos por apoio aos blocos que vem fazendo a história da cidade. E o resultado foi economia e valorização da tradição: a prefeitura reduziu de R$ 1 milhão para R$ 250 mil o investimento na festa e beneficiou aproximadamente 100 blocos locais.

“A ideia é contratar orquestras de rua, preferencialmente as que sejam de Jaboatão ou tenham uma história com a cidade, e dar apoio cultural e logístico aos blocos”, contou o secretário executivo de Cultura e Patrimônio Histórico, Isaac Luna. “Não teremos um pólo físico, com bandas de fora. Os músicos e artistas contratados são locais e todos os blocos que cumpriram as exigências dos editais da Polícia Militar e do chamamento da Prefeitura serão beneficiados”, completou o secretário.

Os benefícios citados são, além do apoio logístico que corresponde a serviços como limpeza das vias por onde o bloco irá passar, iluminação e segurança, a contratação de artistas e/ou orquestras de rua para as agremiações, a título de apoio cultural. Todo a programação carnavalesca foi pensada para valorizar as tradições. O homenageado deste ano será o maestro Danda.

A escolha do homenageado reflete essa preocupação em valorizar as tradições. O maestro Danda é um músico de orquestra de rua, e reconhecer a importância de seu trabalho e de sua história com Jaboatão dos Guararapes é uma forma de homenagear também todos os demais músicos que fazem o carnaval local.

Check Also

Jaboatão aposta na valorização da tradição e divulga programação do São João 2017

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes divulgou, nesta terça-feira (20), a programação oficial do São …