O teatro pernambucano perde o Mestre Antônio Cadengue

Antônio Edson Cadengue, nascido em Lajedo-PE, no ano de 1954, diretor de teatro, foi professor de direção teatral do Departamento de teoria da Arte e Expressão Artística da Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, se aposentando no ano de 1998. Dirigiu o Curso de Formação de Ator – CFA/UFPE, de 1986 a 1988. Dirigiu grandes espetáculos, como, “Em Nome do Desejo”, de João Silvério Trevisan, “Senhora dos Afogados”, de Nelson Rodrigues, “Os Biombos”, de Jean Genet, entre outros.

Cadengue, como era carinhosamente conhecido, se tornou um dos mais renomados encenadores do país, não só por seus memoráveis espetáculos, como também por ter conduzido a transformação pedagógica com suas montagens e formação de grandes intérpretes.

Hoje, Antônio Cadengue se despede, lançando-se num vôo livre, deixando sua marca maior, de ter sido cúmplice dos melhores momentos do teatro brasileiro.

Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer e

Conselho Municipal de Política Cultural do Jaboatão dos Guararapes

Check Also

MOSTRA CULTURAL DO JABOATÃO PRORROGA PRAZO PARA AS INSCRIÇÕES

A Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, no uso de suas atribuições que …